Loading…

READY TO ROCK?

Click the button below to start exploring our website and learn more about our awesome company
Start exploring

Abdomen: musculatura interna

 Abdomen: musculatura interna pós imagem

Os músculos internos do estômago

Os músculos fracos na área abdominal não garantem tensão suficiente para manter uma boa postura corporal, o que leva ao desenvolvimento de uma pequena barriga, mesmo se você tiver uma porcentagem baixa de gordura corporal. Se você quer uma cintura fina e um abdômen marcado, você também deve treinar os músculos abdominais.

A maioria dos exercícios abdominais são uma variação de encolhimentos ou elevações do tronco; No entanto, praticamente nenhum músculo interno, oblíquo ou transversal é trabalhado através deles. O treinamento dos músculos internos do abdômen deve incluir exercícios estáticos.

Métodos para calcular a porcentagem de gordura corporal em casa. Fotografias de pessoas com diferentes níveis de gordura no corpo.
<! – //

A anatomia dos músculos do estômago

Para ser mais preciso, os músculos abdominais internos não fazem parte da área frontal do abdômen, mas dos lados. Os oblíquos estão localizados na área anterolateral, inseridos sob os músculos abdominais externos; suas fibras musculares se estendem horizontalmente, isto é, perpendiculares às fibras dos músculos abdominais externos.

Os músculos transversais abdominais são mais profundos e literalmente envolvem o tronco. Estes são os músculos constrictores das costelas, tendo o cuidado de conservar o volume da cavidade abdominal e manter os órgãos internos no lugar. Estes encaixam 40% das cargas verticais que a coluna recebe.

Exercícios para o torso

Ao realizar praticamente qualquer exercício, os músculos do tronco e os músculos abdominais internos têm a função de manter a posição da coluna, o que nos dá a possibilidade de trabalhar com peso adicional. Em si mesmo, qualquer exercício básico acompanhado pela técnica de execução correta é também um exercício para trabalhar o tronco.

É essencial aprender a endurecer o abdômen, a parte inferior das costas e outros músculos do tronco ao realizar qualquer exercício. Em outras palavras, você deve estar ciente do trabalho do seu abdômen, não apenas de sua parte externa, mas também da parte interna. Ambos os grupos devem fazer parte da execução.

Exercícios estáticos para o abdômen

A maioria dos exercícios dinâmicos para o abdômen trabalham principalmente o reto abdominal e músculos oblíquos (correspondente à camada externa do abdome); no entanto, o efeito desses exercícios sobre os músculos internos do abdômen (especialmente os músculos transversais) eo torso é mínimo.

O exercício mais eficaz para trabalhar os músculos transversais abdominais é o "vácuo abdominal" ("vácuo abdominal" ou "vácuo estomacal") e todos os tipos de exercícios estáticos, que têm como objetivo trabalhar os músculos estabilizadores do tronco. Entre estes, os mais efetivos são os "pratos".

Ferro abdominal

Posição inicial: Deite-se no seu estômago com as pernas retas e ligeiramente afastadas. Levante o corpo, conserte a pelve e apoie o peso sobre os antebraços, cotovelos e as pontas dos pés, mantenha esta posição. Mantenha os músculos abdominais, os músculos internos do tronco e as nádegas tensos.

Mantenha o pescoço e a coluna vertebral na mesma linha, o ritmo de respiração deve ser normal. Cada repetição deve durar de 10 a 30 segundos, após o que uma pausa de 30-40 segundos é feita antes de repetir o exercício. Ao longo do tempo, aumentar o número de repetições e a duração deles, a fim de fazer variações de placas mais complexas.

se (window.relap) window.relap.ar ('dWBgcfg54RvhHISE');

"Abdominal vacuum"

Este exercício deve ser realizado com o estômago vazio ou 3 a 4 horas após o consumo. Posição inicial: em pé, ereto com boa postura. Exalte todo o ar contido nos pulmões "colocando o estômago". Em seguida, aperte os músculos abdominais e tome consciência do trabalho que eles fazem.

Mantenha sem ar e com o estômago "apertado" por 10-15 segundos para então inalar o ar lentamente enquanto relaxa os músculos. Repita 3 a 4 vezes. A melhor maneira de otimizar o efeito desse exercício é repetindo várias vezes durante o dia, você notará as mudanças com apenas algumas semanas.

Rotina para o abdômen

A melhor rotina para trabalhar os músculos internos do abdômen deve incluir exercícios estáticos, como placas abdominais e o exercício de "vácuo abdominal", que deve ser realizado regularmente. O efeito deste último exercício pode ser otimizado se for feito 4 ou 5 vezes ao longo do dia.

Lembre-se de que nenhum exercício para o abdômen é capaz de eliminar a barriga ou queimar gordura. Para eliminar o excesso de peso e esculpir um abdômen plano, é necessário combinar uma boa dieta com treinamento para queimar gordura. O "vácuo abdominal" não é a solução neste caso.

((__lxGc __ = janela .__ lxGc__ || {'s': {}, 'b': 0}) [‘s’] [‘_205668’] = __ lxGc __ [‘s’] [‘_205668’] || {'b': {}}) [‘b’] [‘_602329’] = {'i': __ lxGc __. B ++};

***

Realizar exercícios estáticos para trabalhar os músculos internos do abdômen e torso regularmente, especialmente o "vácuo abdominal" e todos os tipos de placas, ajudará o abdômen a se parecer com silhueta mais acentuada e mais atlética. Tenha em mente que esses exercícios não resolvem os problemas de excesso de gordura nesta área.

Deixe uma resposta